• Prev
Itaipava/RJ - Aconteceu, nos dias 17 e 18 de Dezembro de 2018, no Centro de ...
Paracambi/RJ - Com a finalidade de capacitar Líderes para o trabalho no Reino de Deus, ...
Três Rios/RJ - A Igreja Assembleia de Deus de Cantagalo, realizou, nos dias 07 ...
Paraíba do Sul | Três Rios/RJ: No último domingo, 09 de dezembro de 2018, ...
Rede Vipgospel - todas logos

Resultado de imagem para irmãos

A comunhão entre os irmãos em Cristo é algo prioritário para o Senhor Jesus. Veremos ao longo desse estudo como ele trabalha para que a Igreja permaneça unida.

Somos um só corpo. Ao entender como ele funciona e qual a nossa função no Reino, seremos mais produtivos e contribuiremos ainda mais para a comunhão da Igreja.

SE, PORÉM, ANDAMOS NA LUZ, COMO ELE ESTÁ NA LUZ, TEMOS COMUNHÃO UNS COM OS OUTROS, E O SANGUE DE JESUS, SEU FILHO, NOS PURIFICA DE TODO PECADO. (1 JOÃO 1:7)

A graça e o amor de Deus, juntamente com o Espírito Santo são produtores de comunhão entre os irmãos. O apóstolo João diz que a comunhão é uma consequência natural da redenção. A morte de Jesus na Cruz lavou os nossos pecados e nos tornou irmãos.

Ao longo de seu ministério o Senhor Jesus sempre ensinou que nós devíamos ser com um só, unidos. Na verdade, Ele deixou um novo mandamento:

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. (João 13:34,35)

É algo tão poderoso que pessoas crerão em Jesus apenas por observar o nosso amor de uns para com os outros. Que mensagem profunda!

Comunhão Entre os Irmãos: A Igreja
ELES SE DEDICAVAM AO ENSINO DOS APÓSTOLOS E À COMUNHÃO, AO PARTIR DO PÃO E ÀS ORAÇÕES. (ATOS 2:42)

A comunhão entre os irmãos na Igreja é fruto de dedicação. Os irmãos da igreja primitiva dão prova disso. Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos. Ou seja, eram submissos a autoridade deles. Isso com certeza contribuía e muito para que a comunhão entre eles fosse fortalecida.

Insubmissos e insurgentes afetam muito a saúde da Igreja no que se refere ao relacionamento. Normalmente estão envolvidos em fofocas e grupos, contra o pastor. Não faça isso!

Não participe de grupos insurgentes contra a liderança, mesmo que ele esteja errado. O pastor é uma autoridade instituída por Deus e apenas ele pode tratar com seu servo.

Não ofenda. Não menospreze. Não fale mal dele para ninguém. Apenas ore e se for necessário mude de congregação. Mas não se levante contra ele.

Ao se submeter ao ensino dos apóstolos, os cristãos do primeiro século se dedicavam a comunhão. Havia esforço para amar, compreender e ajudar.

Comunhão entre os irmãos é algo que exige foco, dedicação e instrução. Os ensinamentos de Jesus abordam muitas vezes esse tema. Isso prova que esse era um desejo profundo do seu coração.

“Eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste”. (João 17:23)

Comunhão Com os Irmãos em Cristo
NÓS LHES PROCLAMAMOS O QUE VIMOS E OUVIMOS PARA QUE VOCÊS TAMBÉM TENHAM COMUNHÃO CONOSCO. NOSSA COMUNHÃO É COM O PAI E COM SEU FILHO JESUS CRISTO. (1 JOÃO 1:3)

A comunhão entre os irmãos em Cristo é uma consequência daquilo que a Igreja aprende sobre Deus. Ao ser ensinada de forma sadia, a Palavra de Deus produz comunhão.

O apóstolo João diz isso. Eles anunciaram o que viram e ouviram com o objetivo de que os crentes se tornassem participantes da comunhão com Deus e com eles mesmo.

O principal elemento de comunhão entre os irmãos não deve ser os encontros em lanchonetes, pizzarias, restaurantes, shoppings ou viagens.

O único elemento capaz de promover comunhão eficaz na Igreja é o ensino da Palavra de Deus de forma sadia e sincera, por parte de quem a lidera.

Comunhão entre os Irmãos e Com Deus
FIEL É DEUS, O QUAL OS CHAMOU À COMUNHÃO COM SEU FILHO JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR. (1 CORÍNTIOS 1:9)

A comunhão entre os irmãos é uma das prioridades do Senhor Deus para a Igreja. É parte do plano dele para a convivência dos cidadãos do Reino.

O apóstolo Paulo recebeu a revelação de que Deus nos chamou para a comunhão com o seu Filho Jesus. O qual, por sua vez nos chama a comunhão com o Pai, com o Espirito Santo e de uns com os outros. Ou seja, a comunhão entre os irmãos é algo extremamente valioso para a nossa espiritualidade.

O próprio Paulo nos aconselha:

“Evite, porém, controvérsias tolas, genealogias, discussões e contendas a respeito da lei, porque essas coisas são inúteis e sem valor”. (Tito 3:9)

“Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem discussões”. (1 Timóteo 2:8)

Embora tenhamos opiniões diferentes sobre determinados assuntos no Reino de Deus, somos aconselhados a não nos deixar levar por discussões que não serão produtivas, a fim de mantermos a comunhão comprada na cruz do Calvário.

Conclusão
A comunhão entre os irmãos é o objetivo de Deus para os crentes em Jesus. Os ensinamentos e a morte dele garantem isso.

Para que uma igreja viva em comunhão é necessário que há já um ensino constante e sadio da Bíblia Sagrada, pois é ela que produz esse relacionamento.

E então, qual a sua opinião sobre o assunto? Quer acrescentar algo? Deixe seu comentário. E não esqueça de compartilhar este estudo com seus familiares e amigos.

Com informações de www.jesuseabiblia.com

Visitas no Site

0011800621
HojeHoje347
OntemOntem419
Esta SemanaEsta Semana1288
Este MêsEste Mês5864
Todos os diasTodos os dias11800621

Siga-nos no Facebook

Usuários Online

Temos 166 visitantes e Nenhum membro online

01 de Setembro
"Quem ama o ...
05 de Outubro de
"Toda a Escritura ...
06 de Agosto de
"Vai ter com a ...
06 de Julho de
"E o testemunho ...
06 de Novembro
"As ...