• Prev
Itaipava/RJ - Aconteceu, nos dias 17 e 18 de Dezembro de 2018, no Centro de ...
Paracambi/RJ - Com a finalidade de capacitar Líderes para o trabalho no Reino de Deus, ...
Três Rios/RJ - A Igreja Assembleia de Deus de Cantagalo, realizou, nos dias 07 ...
Paraíba do Sul | Três Rios/RJ: No último domingo, 09 de dezembro de 2018, ...
Rede Vipgospel - todas logos

A escritora Joyce Meyer usa seu testemunho para inspirar mulheres que foram vítimas de abuso. (Foto: Joyce Meyer Ministries)

O passado da escritora Joyce Meyer foi marcado pelo abuso sexual, mental e emocional dentro de sua própria casa. Hoje, ela compartilha seu testemunho de vida para mostrar que em Deus há uma restauração completa para os traumas mais profundos.

“Mais do que tudo, quero que você saiba e entenda que qualquer um que tenha sido abusado pode se recuperar completamente, se entregar sua vida por completo a Jesus”, disse Meyer em artigo publicado em seu site.

Joyce era abusada por seu pai de diversas formas e convivia em um ambiente de medo. “Ele fez muitas coisas terríveis... Algumas que são muito desagradáveis ​​de falar publicamente”, comentou. “Meu pai foi uma pessoa mesquinha, controladora e manipuladora durante a maior parte de sua vida. Ele era imprevisível e instável”.

Ela conta que passou a ser abusada sexualmente na adolescência. “Até os dezoito anos, ele me estuprou pelo menos uma vez por semana. Meu pai, em quem eu deveria confiar e quem deveria me manter a salvo, era a pessoa que mais temia”, lamenta.

Joyce lembra que sentia-se envergonhada dela mesma e de seu pai, convivendo com o medo e a insegurança. “Na escola, fingi que tinha uma vida normal, mas me sentia sozinha e diferente dos outros. Eu sentia que nunca poderia me encaixar, eu não podia participar de atividades depois da aula, eventos esportivos, festas ou namorar garotos”, conta.

“O que eu aprendi sobre amor foi, na verdade, perversão. Meu pai me dizia que o que ele fazia era especial, porque me amava. Ele disse que tudo o que fazia era bom, mas tinha que ser nosso segredo porque ninguém mais entenderia e causaria problemas na família. E enquanto eu mantivesse esse segredo, eu não conseguiria me livrar da dor”, acrescentou.

Onde está Deus?

Onde Deus estava em tudo isso? Joyce garante que Ele estava presente. “Ele não me tirou da situação quando eu era mais nova, mas Ele me deu forças para passar por isso. É verdade que meu pai abusou de mim, não me amou e não me protegeu do jeito que deveria, e que às vezes parecia que ninguém jamais me ajudaria e isso nunca teria fim”, disse ela.

“Mas Deus sempre teve um plano para minha vida e me redimiu. Ele tomou o que Satanás usou como dano e transformou-o em algo bom (veja Romanos 8:28). Ele tirou a minha vergonha e me deu dupla recompensa (veja Isaías 61:7)”, completou a escritora.

Joyce afirma que pode parecer impossível ter a alma restaurada de abusos, mas isso pode acontecer através de Cristo. “Eu sou a prova viva de que nada é muito difícil para Deus. E não importa o que você tenha passado ou o quanto você tenha se machucado, há esperança”, destacou.

Ela ainda enviou uma mensagem às pessoas que foram abusadas: “Você precisa saber quão bom Deus é e que sua luta vale a pena. Se você entregar sua vida a Cristo e realmente confiar em Deus, poderá ser completamente curado e restaurado para poder viver a vida que Jesus morreu por você. Não desista!”.

Com informações de guiame.com.br

O passado da escritora Joyce Meyer foi marcado pelo abuso sexual, mental e emocional dentro de sua própria casa. Hoje, ela compartilha seu testemunho de vida para mostrar que em Deus há uma restauração completa para os traumas mais profundos.

“Mais do que tudo, quero que você saiba e entenda que qualquer um que tenha sido abusado pode se recuperar completamente, se entregar sua vida por completo a Jesus”, disse Meyer em artigo publicado em seu site.

Joyce era abusada por seu pai de diversas formas e convivia em um ambiente de medo. “Ele fez muitas coisas terríveis... Algumas que são muito desagradáveis ​​de falar publicamente”, comentou. “Meu pai foi uma pessoa mesquinha, controladora e manipuladora durante a maior parte de sua vida. Ele era imprevisível e instável”.

Ela conta que passou a ser abusada sexualmente na adolescência. “Até os dezoito anos, ele me estuprou pelo menos uma vez por semana. Meu pai, em quem eu deveria confiar e quem deveria me manter a salvo, era a pessoa que mais temia”, lamenta.

Joyce lembra que sentia-se envergonhada dela mesma e de seu pai, convivendo com o medo e a insegurança. “Na escola, fingi que tinha uma vida normal, mas me sentia sozinha e diferente dos outros. Eu sentia que nunca poderia me encaixar, eu não podia participar de atividades depois da aula, eventos esportivos, festas ou namorar garotos”, conta.

“O que eu aprendi sobre amor foi, na verdade, perversão. Meu pai me dizia que o que ele fazia era especial, porque me amava. Ele disse que tudo o que fazia era bom, mas tinha que ser nosso segredo porque ninguém mais entenderia e causaria problemas na família. E enquanto eu mantivesse esse segredo, eu não conseguiria me livrar da dor”, acrescentou.

Onde está Deus?

Onde Deus estava em tudo isso? Joyce garante que Ele estava presente. “Ele não me tirou da situação quando eu era mais nova, mas Ele me deu forças para passar por isso. É verdade que meu pai abusou de mim, não me amou e não me protegeu do jeito que deveria, e que às vezes parecia que ninguém jamais me ajudaria e isso nunca teria fim”, disse ela.

“Mas Deus sempre teve um plano para minha vida e me redimiu. Ele tomou o que Satanás usou como dano e transformou-o em algo bom (veja Romanos 8:28). Ele tirou a minha vergonha e me deu dupla recompensa (veja Isaías 61:7)”, completou a escritora.

Joyce afirma que pode parecer impossível ter a alma restaurada de abusos, mas isso pode acontecer através de Cristo. “Eu sou a prova viva de que nada é muito difícil para Deus. E não importa o que você tenha passado ou o quanto você tenha se machucado, há esperança”, destacou.

Ela ainda enviou uma mensagem às pessoas que foram abusadas: “Você precisa saber quão bom Deus é e que sua luta vale a pena. Se você entregar sua vida a Cristo e realmente confiar em Deus, poderá ser completamente curado e restaurado para poder viver a vida que Jesus morreu por você. Não desista!”.

Visitas no Site

0011800621
HojeHoje347
OntemOntem419
Esta SemanaEsta Semana1288
Este MêsEste Mês5864
Todos os diasTodos os dias11800621

Siga-nos no Facebook

Usuários Online

Temos 158 visitantes e Nenhum membro online

Mais lidas

Aos 27 anos, Eduardo ...
As sementes levadas ...
Nesta segunda-feira ...
Nesta segunda-feira ...
Sem acerto para a ...
O cantor Anderson ...
Pela segunda vez em ...