• Prev
Levy Gasparian/RJ - A Igreja Assembleia de Deus Ministério Levy Gasparian, ...
Paraíba do Sul/RJ - Nos dias 29 e 30 de março de 2019, foi realizado ...
Paraíba do Sul/RJ - No dia 30 de março de 2019, a União ...
Juiz de Fora/MG - Aconteceu no dia 28 de Março de 2019, na Primeira Igreja ...
Rede Vipgospel - todas logos

dirigente comunista Jorge Pires frisou esta quarta-feira a oposição do PCP à atual política de Saúde, conduzida pelo PS, mas também da responsabilidade de PSD/CDS-PP, que desvia 3.000 milhões de euros por ano para grupos empresariais privados.

"O PCP chama a atenção para as dificuldades no funcionamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS), reafirma a sua oposição à forma como o Governo do PS tem conduzido a política de saúde e denuncia a campanha em curso, desenvolvida a partir dos centros político e económico do grande capital", afirmou, em conferência de imprensa na sede partidária de Lisboa.

Segundo o membro da comissão política do Comité Central, a referida "campanha" tem duas componentes: desvalorizar o serviço público, "destinado aos mais pobres" e instituir um sistema de prestação de cuidados "centrada nos seguros de saúde", dependente "do dinheiro que cada um tivesse".

"É inaceitável a postura demagógica e cínica de dirigentes do PSD e CDS, alguns que passaram pelo Governo Passos Coelho/Portas e Cristas, provavelmente o governo que mais prejudicou o SNS e os direitos dos portugueses no acesso à saúde, virem agora lamentar-se de uma situação em que têm particulares responsabilidades", disse.

Fonte: Expresso

Visitas no Site

0011902309
HojeHoje1775
OntemOntem1683
Esta SemanaEsta Semana8107
Este MêsEste Mês27036
Todos os diasTodos os dias11902309

Siga-nos no Facebook

Usuários Online

Temos 417 visitantes e Nenhum membro online