Rede Vipgospel - todas logos
VIP JOVEM (Santidade, Relacionamento, Guia Profissional e Drogas)
  • Prev
Quando se fala em advogado, a primeira coisa que se vem à cabeça é que algum ...
Quando o assunto é RELACIONAMENTO não dá para pular etapas e nem inverter ...
Construir, promover e preservar a boa imagem de empresas ou instituições perante o ...
Quem nunca passou por um período de dúvida com relação a alguma ...

Resultado de imagem para ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É CARA?

Há muita gente que diz uma alimentação saudável é cara, mas isso não passa de uma desculpa. Vamos entender?

POR QUÊ AS PESSOAS ACREDITAM QUE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É CARA?

Muitos alimentos ou cápsulas da moda, que surgem de tempos em tempos como novos aliados na perda de peso, custam muito caro, sim, mas não significa que eles são necessários na sua alimentação.

Uma dieta com o mínimo de industrializados, evitando desperdício e com alimentos que você conhece há anos, é a melhor alternativa para investir na saúde sem gastar muito.

VEJA ESSAS DICAS QUE SEPARAMOS E DEIXE O “ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É CARA” PRA LÁ!

1. EVITE “ALIMENTOS DA MODA” E INVISTA EM ALIMENTOS QUE VOCÊ JÁ CONHECE E QUE CUSTAM MENOS!

Arroz integral, feijão, alface, tomate, couve, banana, maçã, pêssego, pêra… Esses são só alguns exemplos. O que importa é escolher o máximo de alimentos in natura, sem embalagens.

2. LEVE LANCHES DE CASA PARA O TRABALHO.

Enquanto um café com leite e um pão de queijo podem custar cerca de 5 reais (ou até mais!) na padaria, levar frutas ou um sanduíche natural de casa certamente economiza um bom dinheiro ao final do mês.

3. CONSUMA ALIMENTOS DA ESTAÇÃO!

Época de tangerina é no inverno, certo? Mesmo que você encontre alguma variedade de tangerina à venda em outro período do ano, o preço certamente será bem maior e a regra vale para todas as frutas e hortaliças. O ideal é ficar ligado na sazonalidade desses vegetais, pois além de pagar menos, eles são mais ricos em vitaminas e minerais na época certa. O Ministério do Desenvolvimento Agrário publica mensalmente em sua página no Facebook as frutas e hortaliças daquele mês (facebook.com/mdagovbr).

4. COZINHE EM CASA!

Ao invés de jantar fora toda semana, opte por preparar as refeições em casa. O gasto vai ser menor, a comida será mais saudável (você poderá controlar os ingredientes que utiliza) e você ainda vai sentir orgulho de ter preparado pratos diferentes!

5. QUE TAL PRATICAR O APROVEITAMENTO INTEGRAL DE VEGETAIS?

Existem várias partes de hortaliças que costumamos jogar fora, mas que são muito nutritivas e podem ser utilizadas em bolos, farofas, empadões, molhos, massa de panquecas… Use a criatividade! Confira algumas receitas de aproveitamento integral de vegetais.
O Programa Mesa Brasil, do SESC, também tem um material com várias receitas de reaproveitamento integral de alimentos.

6. QUE TAL TER UMA HORTA EM CASA?

Mesmo que o espaço seja pequeno, você pode plantar temperos em vasinhos, como manjericão, salsinha, cebolinha e alecrim. Se tiver um espaço maior em casa, pode até plantar couve, alface, cenoura… Já imaginou ter tudo isso sem agrotóxicos e sem custos?

Agora que você já tirou da sua vida a ideia de que uma alimentação saudável é cara, vamos partir para a ação e colocar essas 6 dicas em prática?

Com informações de energienutricao.com.br

Visitas no Site

0012313106
HojeHoje560
OntemOntem958
Esta SemanaEsta Semana6019
Este MêsEste Mês16065
Todos os diasTodos os dias12313106

Who's Online

Temos 206 visitantes e Nenhum membro online

8 receitas para
Quando o assunto ...
Alimentos ricos
O ferro é um ...
Banha de porco
A gordura gera ...
Ganhar músculos:
Você ...
Leite dourado:
O nome pode parecer ...
'Era como um
A minha vida passou ...
DIGA NÃO.
O cristão ...
"JESUS ME
Jesus mudou a minha ...
#Arte: Design
O design é a ...
#Arte: Música
Este graduado pode ...