Imagem relacionada

A Bíblia diz: "O vinho é zombador e a bebida fermentada provoca brigas; não é sábio deixar-se dominar por eles" (Provérbios 20:1).

Infelizmente, a cada dia mais famílias (inclusive cristãs) têm sido destruídas por causa do alcoolismo. Sabemos que um viciado em álcool sofre muito, mas aqueles que convivem com ele sofrem ainda mais. Conheço muitas histórias onde esposas e filhos foram agredidos física e psicologicamente por maridos/pais bêbados. E em todos os casos, os sentimentos dessas pessoas são os mesmos: humilhação e solidão. (Leia: O meu marido é muito agressivo)

Talvez você seja casada(o) com alguém que vive dominado pelo álcool, ou é filho(a) de um pai ou mãe alcoólatra. Eu imagino o quanto deve ser difícil lidar com essa situação, já que é quase impossível ajudar alguém que se recusa a ser ajudado. A maioria dessas pessoas não reconhece que é "doente" e que precisa de tratamento. Uma vez ouvi um pastor dizer que "uma pessoa nunca vai enxergar o álcool como um problema enquanto tê-lo como uma solução". Ou seja, para muitas pessoas, a bebida se torna uma forma de "resolver" os seus problemas. Mas isso, na verdade, não funciona, pois a bebida só os escondem por um tempo, mas, depois se tornam ainda piores. Além disso, Deus condena a embriaguez. Veja:

"Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus" (Gálatas 5:19-21).

Mas graças a Deus, nada está perdido! Mesmo se você tiver alguém em sua casa que tenha problema com bebida e seja muito resistente, você pode e deve ajudá-lo. Veja como:

1) Ore
Antes de qualquer coisa, ore pelo seu familiar. Sempre que puder, repreenda todo mal em nome de Jesus, pois você cristão, tem autoridade para isso. (Leia Lucas 10:19 e Marcos 16:17,18) Você não é capaz de destruir os ataques do inimigo sobre a vida dele, mas Deus é! Certa vez eu li um livro: O vinho novo é melhor do autor Robert Thom. Eu o recomendo, pois conta um testemunho maravilhoso de um ex-alcoólatra que aceitou Jesus e foi totalmente liberto do vício da bebida, se tornando um homem muito usado por Deus. Por isso, não ore somente para que seu familiar fique livre do alcoolismo, mas para que ele entregue sua vida para Jesus. Em João 8:36 está escrito: "Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." Então creia na libertação completa e peça a Deus paciência e sabedoria para que você e sua família saibam lidar com essa situação.

2) Converse
Fale sobre sua preocupação com outros membros da família e peça a ajuda deles. Como eu já disse, os alcoólatras geralmente não admitem que têm um problema, mas, se outras pessoas se juntarem a você para confrontá-lo e exigir uma mudança, ele poderá ouvir. Falem com amor, sejam claros ao dizer que não estão felizes e que querem uma mudança de postura.

3) Demonstre amor
Não é fácil lidar com o alcoolismo dentro de casa, pois muitas vezes a pessoa que bebe, fala palavras que machucam e podem até mesmo agredir. Se isso acontecer, não esconda os fatos por medo ou vergonha de alguém. Compartilhe essa dor com algum parente próximo, de confiança, para que você tenha com quem contar em uma situação de risco. É muito comum, quando alguém está bêbado, ficar falando coisas sem pensar, então não discuta, nem aja com cinismo. Provérbios 15:1 diz: "A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira". Em vez disso, demonstre amor e carinho e faça o possível para manter a paz. Seu familiar precisa de ajuda e não de acusações. Mostrem, portanto, que vocês o amam muito, mas que não aceitam que ele viva dessa maneira. A Bíblia diz: "Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados" (1 Pedro 4:8).

Não existe uma regra específica para combater o alcoolismo dentro de casa, mas se você e sua família confrontarem o alcoólatra com a realidade e orarem com ousadia e fé, Deus poderá mudar a história de vocês!

Com informações de www.pastorantoniojunior.com.br