Rede Vipgospel - todas logos
VIP JOVEM (Santidade, Relacionamento, Guia Profissional e Drogas)
  • Prev
É normal de vez em quando sentir aquela preguiça de se ajoelhar e orar, né? Ou ...
Eu lembro que quando criança via meus pais se abraçando, elogiando um ao outro, ...
A administração financeira serve para manusear da melhor forma os recursos ...
O que fazer com ela? Não é novidade que infortúnios acontecem. Talvez ...

Imagem relacionada

Quando se fala em advogado, a primeira coisa que se vem à cabeça é que algum problema com a lei está ocorrendo e precisa ser resolvido o mais rápido possível, para não ser agravado no futuro. Entretanto, o advogado corporativo também tem a função de orientar empresários e empreendedores, não só no sentido de resolver problemas, mas de evitar que estes aconteçam.

Antigamente, os donos e gestores de empresas costumavam acionar seus advogados, somente quando uma situação de crise já estava em curso, agindo de forma a reagir aos problemas já em andamento. Hoje, este comportamento mudou, pois antes de tomar qualquer decisão que cause impacto direto aos negócios como um todo, ou que possa prejudicar de alguma maneira a empresa, os empresários têm consultado sua área jurídica, para serem orientados quanto às implicações de suas decisões.

Para entender melhor qual o papel desempenhado pelo advogado corporativo, bem como a sua importância dentro da empresa, resolvi escrever este artigo, para explicar de que forma ele age e em que contextos sua figura surge dentro dos negócios.

O perfil do Executivo do Direito nas empresas?

Foi-se o tempo em que o advogado corporativo envolvia-se apenas com questões exclusivamente jurídicas dentro de uma empresa. Hoje, o seu papel, para que seja de fato efetivo, deve ir bem além disso. Atualmente reconhecido como Executivo do Direito, ele se envolve de forma global nos assuntos relacionados à organização, para que assim, os direitos desta sejam realmente assegurados, não só depois que o problema se instala, mas para prevenir que este venha a acontecer.

O advogado de empresa, hoje, deve ir além, entendendo do negócio como um todo, tendo uma comunicação assertiva, boa desenvoltura entre todos os departamentos, sendo dinâmico e criativo na hora de encontrar as soluções necessárias para apoiar a organização no que ela precisar. Além disso, é essencial entender não só de questões jurídicas, mas ter interesse e também por contabilidade, pela área financeira, participar da elaboração e criação de novos produtos, ficar de olho no que a concorrência vem fazendo, entre outras situações.

Qual o seu papel?

O que vimos até aqui, é que ocorreram mudanças significativas, no que diz respeito à advocacia empresarial. Mudanças estas, que têm feito com que advogados corporativos entendam um pouco de cada área de um negócio, para terem condições de atuar conforme às necessidades da empresa. Diante disso, vamos conhecer um pouco mais sobre o papel e a importância deste profissional nas organizações.

Age de forma preventiva

Como eu disse antes, o advogado corporativo ou a equipe de advogados de uma empresa, não fica mais esperando ser pega de surpresa por demandas jurídicas, e, somente depois disso, começar a agir. Sua principal função, é entender o negócio como um todo, o contexto em que a organização se encontra, como ela atua no mercado, quem são seus clientes, entre outros aspectos, para, assim, ter a possibilidade de atuar diretamente em suas operações.

Tendo ciência de tudo o que envolve o negócio, o advogado consegue orientar seu ou seus clientes, no sentido do que é ou não viável de se fazer dentro e fora da empresa, bem como, quais são os prejuízos e possíveis riscos que a organização corre, realizando uma ou outra operação.

Participação nas estratégias de mercado

Para poder orientar seu cliente da melhor maneira possível, é necessário que o empresário e empreendedor, conceda ao advogado que representa a sua empresa espaço aberto para atuar diretamente nas decisões estratégicas que envolvem a organização.

Neste sentido, o profissional deve participar das reuniões de negociações, analisando as leis que dizem respeito a estas mesmas negociações; contar com o apoio de todos os departamentos da empresa, para assim, poder contribuir com o crescimento e o sucesso da organização de maneira estratégica.

Oferecer tranquilidade ao empreendedor

Tudo o que todo empresário e empreendedor deseja é ver seus negócios crescendo, expandindo-os e tornando-os altamente prósperos. Para que isso aconteça, o advogado corporativo analisa a viabilidade de cada novo negócio que o gestor tem interesse de iniciar, informando-lhe se ele pode dar prosseguimento ou não com as negociações.

Isso faz com que o empresário ou empreendedor, tenham a possibilidade de se dedicarem à gestão da empresa, sem terem de se preocupar constantemente com as questões jurídico-empresariais, já que existe uma pessoa ou uma equipe de profissionais, altamente preparada justamente para isso, ou seja, para oferecer a liberdade, segurança e tranquilidade que ele precisa para desenvolver e fazer seus negócios crescerem.

Com esta leitura, vimos que o advogado corporativo é um dos profissionais essenciais para que uma empresa seja próspera, já que ele se dedica e estuda o negócio como um todo, buscando entender todas as suas esferas, independentemente de quais sejam elas. Dessa forma, é importante contar com alguém com este perfil para lhe orientar, pois assim, você poderá atuar em outras frentes em sua organização, deixando as questões jurídico-empresariais por conta do profissional especializado e preparado para isso.

Com informações de marcusmarques.com.br

 

Visitas no Site

0012348273
HojeHoje756
OntemOntem836
Esta SemanaEsta Semana652
Este MêsEste Mês21282
Todos os diasTodos os dias12348273

Who's Online

Temos 167 visitantes e Nenhum membro online